Novo álbum do Green Day é censurado em rede de lojas nos EUA

Uma das maiores redes de lojas dos Estados Unidos, a Wal-Mart, não vai vender o novo álbum da banda Green Day. O grupo revelou que o álbum “21st Century Breakdown” foi censurado pela rede de lojas por trazer o selo de advertência de conteúdo impróprio.

“O Wal-Mart se tornou a maior cadeia de varejo do país, mas eles não vão comercializar nosso álbum porque querem censurá-lo”, comentou em entrevista o vocalista da banda, Billie Joe Armstrong. A rede costuma vender edições editadas dos álbuns que são lançados com o selo de conteúdo impróprio. Esse selo é colocado nas capas de álbuns que trazem palavrões ou termos considerados ofensivos pela conservadora sociedade dos Estados Unidos.

Uma porta-voz da rede de lojas, Melissa O’Brien, disse que artistas e gravadoras têm a liberdade para disponibilizar nas prateleiras versões diferentes do mesmo álbum, o que possibilita a venda de discos sem o selo de advertência. A banda se nega a fazer essa versão editada.

A rede de lojas tem uma política interna que impede a venda desses álbuns com o selo de conteúdo impróprio. “21st Century Breakdown” já está à venda nos Estados Unidos desde o último dia 15 e já chegou ao topo dos mais vendidos da Billboard.

Comentários

  1. Eu gosto muito de green day e compraria esse album censurado ¬¬

    www.x-o-x-o.zip.net

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pro punk melodico do greedayy, qual será o conteúdo impropio já que num foi divulgado em rede nenhuma..?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

A partir de agora, estão proibidos os comentários anônimos.